Fonte: EOS.IO

Recentemente, o EOSIO Resource Exchange (REX) que aloca recursos (CPU / NET) para usuários tornou-se inutilizável na Blockchain pública da EOS, depois que os picos na demanda por poder de processamento e largura de banda esgotaram o sistema de liquidez. Durante a interrupção, os mutuários que tentaram obter acesso a esses recursos tiveram o serviço negado.

O fornecimento de recursos para a Blockchain Pública da EOS em REX destaca um problema geral com o modelo de alocação de recursos; apesar da grande demanda, a maioria dos recursos da rede não é utilizada. O REX estava gerenciando cerca de 30% da CPU / NET total da rede e ficou sem recursos para alocar para novos mutuários. Enquanto isso, apenas uma pequena porcentagem dos 70% restantes dos recursos da rede estava realmente sendo utilizada, evidenciada pelo fato de que menos da metade da capacidade total da blockchain estava sendo usada.

Para dar luz a essa situação, esta sendo proposta uma possível mudança na maneira como o atual sistema REX opera, que estabeleceria um mercado de aluguel de recursos. Sob o novo sistema proposto, o usuário pagará uma taxa de aluguel de recursos por meio de um contrato inteligente, que receberá 30 dias em CPU / NET do fornecimento total. Após 30 dias, o aluguel deve ser renovado e o preço é ajustado automaticamente usando um mecanismo baseado no mercado, com base nas mudanças na oferta e na demanda de recursos de CPU / NET.

Os usuários ainda poderão dar “stake” nesses tokens nesse modelo de recurso proposto. No entanto, em vez de receber recursos CPU / NET proporcionalmente aos tokens apostados, os usuários que colocam seus tokens no REX recebem determinadas taxas de leilões de nomes, taxas de RAM e receitas provenientes de aluguéis de CPU / NET.

O objetivo de propor uma transição de um modelo de direitos a um modelo de “leasing” ou aluguel é remover a influência de mercados especulativos sobre o preço dos recursos. A introdução de um mercado de aluguel com preços baseados na utilização geral de recursos tornará a alocação de recursos mais previsível e confiável para a comunidade.

Figura 1: Utilização instantânea e ajustada da rede ao longo do tempo

Os preços de CPU / NET serão baseados no suprimento de CPU / NET disponível do total; quanto menos CPU / NET disponível, maior o preço do aluguel do recurso e quanto mais CPU / NET disponível, menor o preço. A utilização da CPU / NET em tempo real é representada como Utilização Instantânea na Figura 1. O preço dos recursos é baseado na Utilização Ajustada. Durante picos na utilização de recursos, a Utilização Ajustada segue a mesma taxa de aumento que a Utilização Instantânea e o preço aumenta em tempo real para impedir que o suprimento de CPU / NET seja esgotado. À medida que a utilização de recursos diminui, a taxa de Utilização Ajustada decai com o tempo, em vez de instantaneamente, e impede que grandes locatários aproveitem uma vantagem indesejável de locação.

Figura 2: Um exemplo de curva de taxa que mostra como o preço (que é a inclinação da curva) aumenta com uma maior utilização da rede, juntamente com uma representação de como a alteração na utilização é usada para derivar a taxa de aluguel.

A curva de exemplo mostrada acima na Figura 2 visualiza como o preço aumenta à medida que a utilização da rede aumenta, neste caso, com base na Utilização Ajustada. Embora haja uma abundância de recursos disponíveis, o preço da CPU / NET permanece relativamente baixo, no entanto, o preço aumenta rapidamente à medida que a utilização atinge o máximo.

O preço é determinado pela diferença na utilização da rede antes da compra do aluguel versus a nova utilização dos recursos com base no tamanho do aluguel. Por exemplo, um usuário que deseja adquirir 5% do suprimento de CPU / NET por 30 dias pagaria um preço igual a:

Máximo (P (utilização instantânea + 5%), P (utilização ajustada + 5%))) – Máximo (P (utilização instantânea), P (utilização ajustada)))

A fórmula mostra como a diferença entre a utilização atual e o nível de utilização como resultado do pedido de aluguel é usada para calcular o preço. Por exemplo, na Figura 2, a utilização atual é marcada como ponto 1 e a utilização após o aluguel é marcada como ponto 2. A diferença entre esses dois pontos é a taxa paga pelo locatário.

Migrando do REX para o mercado de locação

Para facilitar a transição do atual sistema REX para o mercado de aluguel proposto, a porcentagem de CPU / NET alocada no modelo atual seria gradualmente deslocada. Isso seria feito de maneira a não aumentar o fornecimento geral de tokens, ajustando os parâmetros que determinam a proporção de CPU / NET que deve ser alocada para cada conta.

As alterações propostas visam, finalmente, estabilizar o mercado de CPU / NET de uma maneira que reflita com mais precisão a oferta e a demanda por esses recursos. Espera-se que o ecossistema acabe migrando para o recém-proposto mercado de aluguel, em vez de continuar usando o modelo atual de aplicação de recursos devido a um custo menor e maior oferta no novo mercado. Com o tempo, o fornecimento de CPU / NET disponível no REX diminuirá à medida que o fornecimento de CPU / NET no mercado de aluguel proposto aumentar.

Para operar sem problemas, os desenvolvedores de aplicativos EOSIO e os usuários precisam de um meio consistente de acessar recursos com preços previsíveis. Essa alteração no sistema REX visa reduzir o desperdício sistêmico e melhorar a escalabilidade, tendo CPU / NET suficiente para atender às crescentes necessidades da rede.

Para obter mais informações sobre as alterações propostas no sistema de alocação de recursos do EOSIO, consulte a proposta no repositório do EOSIO GitHub. Essa solicitação de recebimento foi incluída na versão recente do eosio.contracts v.1.8.4-rc1.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui